press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/83

LOCAL

Araraquara - SP

SOBRE O EVENTO

sábado, 21 de setembro de 2019

Como idealizadora do Festival de Dança de Araraquara em 2001 e atual curadora do Festival Internacional de Dança de Araraquara desde 2017, tenho repensado, a cada edição, como construir e reencantar este espaço com escuta e rigor. Desde a retomada em 2017, propus eixos (Aracoara / Morada do Sol / Buraco de Arara / Sem Eixo) cujas ações que os compõem, se complementam entre si. Se 3 conceitos pautaram a curadoria na edição passada (Dança como Protagonista / Dança Contra-Hegemônica / Dança nos Diálogos Sul-Sul), agora em 2019, sinto que chegou a hora de olhar para a cidade de uma maneira mais expansiva, delicada, carinhosa e disseminar o amor por ela em forma de Arte.

Para o ano de 2019, proponho então uma curadoria pautada no conceito CORAZONAR que expõe uma simplicidade rara, sutil e poderosa. As atividades realizadas no Festival serão novamente distribuídas em 4 eixos (Aracoara, Morada do Sol, Buraco de Arara, Sem Eixo) que incluirão mini-residências, ações formativas, espetáculos, oficinas, lounge para encontros e debates, noite preta, noite LGBTTQAI+, noite feminista, baile queer, ócio criativo / experimentos. A novidade este ano está também no Evento Colateral que diz respeito à criação de uma Plataforma Virtual de Dança gestionada por formandxs da Escola Municipal de Dança Iracema Nogueira e aberta a todxs interessadxs.

Assim como o conceito Corazonar na cosmovisão indígena dos povos Kitu Kara do Equador, a proposta curatorial do Festival 2019 visa proporcionar espaços de colheita de saberes e sentimentos, pensar e sentir juntos, experimentar o híbrido alquímico – emoções / afetos / razões, transformar o ócio em criatividade por meio da Arte que produzimos nas ruas, nas salas de aula, nos teatros, nos espaços alternativos e convencionais.

Bem vindxs ao Festival que cheira à laranja, dendê, lavanda, mimosa, palo santo...

Gilsamara Moura