press to zoom

press to zoom
1/1

LOCAL

Salvador-Bahia

SOBRE O EVENTO

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Acontece de 08 a 12 de Abril, o Festival de Solos e Coletivos, projeto que celebra encontros afetivo-colaborativos entre esses dois agrupamentos de artistas de diferentes linguagens que desenvolvem trabalhos de dança na Bahia. O Festival de Solos e Coletivos foi contemplado pelo edital Arte em Toda Parte - Ano II, lançado pela Fundação Gregório de Mattos, órgão da Prefeitura de Salvador. Nesta edição, serão apresentadas 15 obras com artistas de diversos bairros de Salvador e que tem a dança contemporânea como linguagem artística principal. A ideia do Festival é promover a formação de plateia de dança contemporânea e possibilitar o intercâmbio artístico. O Núcleo VAGAPARA e o Quitanda são agrupamentos de artistas de diferentes linguagens que desenvolvem trabalhos em arte contemporânea e atuam de maneira colaborativamente desde 2007 em Salvador. Os artistas desses coletivos têm autonomia para desenvolverem suas atividades nas áreas de dança, teatro, audiovisual, performance, ações formativas e outras linguagens transversais, seja sozinho ou as compartilhando internamente ou criando colaborativamente com artistas externos aos coletivos. O Festival de Solos e Coletivos acontece em praças públicas é gratuito e livre a todos os públicos. Segue a Programação do Festival de Solos e Coletivos: Local: Itapuã Data: 08/04 Paisagem Humana (Rayza Lélis) Asfixia (William Gomes) Suldário (Giltanei Amorim) Local: Pituaçu Data: 09/04 A cidade afogada (Raiça Bonfim) Pretinho Básico (Jorge Oliveira) Baobá (Aldren Lincoln) Local: Dique do Tororó Data: 10/04 Entre... A casa é sua! Vou passar um café (Gilsamara Moura e Lulu Pugliese) Sagração (Olga Lamas) Nêgo (Ruben Tejedor) Local: Plataforma Data: 11/04 Caminho do rio (Thiago Cohen e Ana Brandão) Isto é Apenas Uma Mulher (Isabela Silveira) Troco Fotos por Sorrisos (Aldren Lincoln) Local: Cajazeiras Data: 12/04 Arraste (Fernando Lopes) Varal de Lixo (Lucas Valentim) Corpo Ladrilho (Giltanei Amorim)